domingo, março 04, 2007


Parado. Olhando tudo em volta.
São tantas árvores, tantos bosques... tantas montanhas
E pessoas... que não sabem para onde ir...
... mas para onde se deve ir?
Acreditar naqueles sonhos seria real, possível?
Ou seria apenas o gume da faca afiada do destino
Tocando levemente a minha consciencia atordoada!?
Me leve... me flutue... me faça querer voar...
E, quando estiver bem alto, me deixe pousar
Me deixe parar entre árvores, me deixe leve...
Eu nunca mudei o que deveria ser
Me calei diante lágrimas silenciosas
E congelei quando a montanha era muito alta
Mas afinal vivo vivo...
Ééé senhor destino... agora sei do que és capaz...
..........
{by Ton}
''''''''''''''''''''''''

2 comentários:

Nanny desu disse...

de muitos feitos..mas as rédeas desse
quase indomado é nos dada, para que possamos guiá-lo..
tambem gostaria de poder voar..flutuar..e depois
pousar em um lugar onde nao existissem mais mentes..

adoro...

G.B disse...

Meu lindooooooo!!!
Tô fascinada c/ essas suas histórias ou será uma realidade do seu inconsciente?

Muito lindaaaaaaaas!!!


bjs