domingo, agosto 09, 2009

Butter fly

Me encontrei, em meu próprio padoxal continente,
indagando sobre a existência desses seres chamados borboletas...
Sempre me pareceram tão leves e suscetíveis a desencontros.
Voam por aí com asas psicodélicas e delicadas, sem imaginar que voar é surpreendemente mágico para seres aquáticos como eu.
Alcançam a densidade dos ventos eternos dessa quase presente primavera e praticamente não vivem por sequer uma estação, talvez por sempre se embebedarem dos fluidos florais. Descansam sem entender o motivo dessa falsa busca pelo belo.
Intrínsecamente é sua própria metarmofose camuflante. Esmiuçando toda a grandiosa natureza, torna o fenômeno da vida o mais belo dos "admiráveis seres". Uma existência despretenciosa que distribui elos vitais ao mundo dos nossos subjulgamentos, até, exaustas de sua inflamação espiritual, voltarem a nutrir o plexo terrestre.
Tão fascinantes! Tão coloridas e hipnotizantes!
Dessas crisálidas ainda surgirão expledorosos contornos do mundo.
E meus olhos hão de acompanhá-los...

6 comentários:

Déia disse...

Adoro a natureza das borboletas, acho que todos somos iguais a elas..

Lagartas, egoistas, fechadas num mundo frio, difícil...

Quando conseguimos quebrar certos paradigmas.. a liberdade e o colorido nos leva por lugares encantados!!

vamos voar ! bj

Echoes disse...

Acompanhar a liberdade, pena que ainda não criamos asas para deixar de simplesmente olhar e sim voar ao lado delas.

Sempre que chego aqui fico inspirada rs

Ow não tenho como te ligar, ta tudo bem? darei um jeito, ou vc dá! ok? tenho que falar contigo também...
Bjs

Eric R. disse...

O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você.
Assim como as borboleta passamos por uma metarmorfose ,mas infelismente muitas vezes não "criamos as asas" necessarias para voar.
Mas algo me diz que não é a beleza de uma borboleta que a faz voar e ser livre,e sim o esforço para conseguir sair do casulo e conseguir sobreviver mesmo que por tão pouco tempo...

Abraço meu caro.

Isabella F. disse...

Poxa fico muito feliz que tenha gostado do meu blog. Muito obrigada mesmo!

feя disse...

Um tanto quanto anestesiado, mas vou tentar escrever alguma coisa...

Achei seu blog por acaso e... Parabéns!
Fiquei mesmo sem palavras.

Adoro borboletas... principalmente aquelas que dão no meu estômago às vezes.

volto sempre. =]
até...

feя disse...

[spam de resposta] rsrs

Obrigado por ir lá... hehe

até...