domingo, agosto 23, 2009

Vento

Estava um dia frio. Você esfregava suas mãos nas minhas tentando encontrar alguma temperatura. O vento estava forte, vinha do norte, mas nunca fora tão incoveniente como agora. Porém foi ele que nos expulsou dali.
- Não aguento mais esse frio! - você disse.
- Nem eu essa distância... - disse eu entre os dentes.
- O quê?
- Nem eu essa ventania!
- Preciso buscar uma blusa! Vamos?
- Te acompanho!
Andamos abraçados, mas ainda não nos aqueciamos. Conversamos sobre nada, apenas saiam palavras escondendo outras. Não diriamos nada.
- Chegamos! Preciso de um cigarro! ... era a denuncia de que não estavamos ali pela blusa.
- Tenho o último.
Fumamos juntos e calados até o fim do último trago. Agora o tempo passava mais rápido. A vontade era maior. O vento estava do lado de fora. Roubei-te um beijo.
- Não deveria, né?!
Fui ao banheiro. Olhei no espelho e não vi nada, lavei o rosto;
Agora estava quente.
- Acho que vou embora.
- Liga a tv para não ficarmos mudos.
- Sabe que não vou resistir a você.
- Sei!
Ainda mais quente.
- Sabe por que viemos?
- Estava frio!
- Não, estava distante!

Pescoços.
Lábios.
Linguas.
Nuca.
...mais quente.
Sapatos.
Meias
Calças.
Blusas.
...ferviamos.
Nos sopramos, mordemos, bebemos, beijamos, amamos, até o torpor!
Foi só uma recaída...

Nosso segredo, nosso amor protegido!
Quando não será apenas sonho?

4 comentários:

Echoes disse...

Me calo , me encolho , me fixo e me escondo
Atrás do olhar absorto.
Aqui eu ouço as batidas pulsantes do abstracionismo
Das palavras dançantes, errantes do destino perdido
Das metas nunca atingidas
Aqui as palavras brincam na garganta
E se bagunçam no papel em branco
Assim não me calo e não me escondo
Pois aqui SOU
Aqui me faço, aqui eu falo
Aqui eu mostro o desequilíbrio que sinto

M.A

Eric R. disse...

Talvez tenha sido apenas o vento,apenas um sonho ou ainda ,apenas o sentimento.

Abraço meu caro.

feя disse...

Muito bom!
a distância... é genial.

até...

Mar disse...

Isso me incomoda.Mas estou ficando viciada!